ssocial.hemose@fsph.se.gov.br +55 79 3259-3174

Hemose celebra nesta quinta o Dia Mundial do Doador de Sangue

Nesta quinta-feira, 14, é o Dia Mundial do Doador de Sangue, a data será celebrada com uma homenagem aos voluntários sergipanos a partir das 8h30, na recepção do

Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), unidade da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH) que integra a Rede Estadual de Saúde. A atividade social além de parabenizar os doadores visa reforçar a importância do ato de doar sangue regularmente.

Como parte da programação cultural, será realizada a apresentação do coral da Unimed, trio pé-de-serra e um lanche especial com comidas típicas. “O trabalho da captação é voltado para valorização desses homens e mulheres que diariamente doa um pouco de si para o próximo. Essa data é uma forma de enaltecer o gesto solidário praticado por eles, através da doação de sangue e aqui no Hemose temos vários funcionários doadores”, ressalta a gerente de Captação, Josceline Souza.

A celebração do dia mundial do doador antecede as ações que serão desenvolvidas ao longo do mês de junho, com o intuito de preparar os estoques de sangue para o atendimento da demanda transfusional na rede hospitalar. “Em junho temos as festa juninas, o São João e São Pedro e logo em seguida vem a Copa do Mundo de Futebol. Nesses períodos festivos o número de pessoas que colaboram com o serviço de doação sempre reduz, por isso buscamos as parcerias e a solidariedade de todos que sabem que o serviço não pode parar”, alerta.

O Hemocentro de Sergipe conta com um cadastro de mais de 165 mil voluntários que realizaram no mínimo uma doação de sangue. A instituição atende mais de 30 unidades de saúde, dentre hospitais e maternidades públicas e conveniadas. Essas unidades juntas, realizam em média, 2 mil transfusões sanguíneas ao mês, sendo que o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), o número mensal de transfusões ultrapassa 1.000 procedimentos.

Conforme estatísticas do serviço das doações efetivadas na unidade, 72,40% correspondem a doações masculinas e 27,60%, doações femininas. Em relação ao público, 61% das doações são realizadas por adulto, com idades entre 30 a 55 anos e a faixa etária de 18 a 28 anos de idade, corresponde a 39% das doações registradas no serviço de hemoterapia.

Critérios

Para ser um doador de sangue é preciso estar bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos de idade, ter mais de 50 quilos e apresentar um documento oficial com foto. Os menores de 18 anos precisam apresentar o termo de consentimento assinado pelos pais ou responsável legal. O documento está disponível para download no site do Hemose: www.hemose.se.gov.br. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e3259-3174.

Rosangela Cruz Lima

Your Turn To Talk

Deixar uma resposta:

Seu e-mail não será públicado.