ssocial.hemose@fsph.se.gov.br / ouvidoria@fsph.se.gov.br +55 79 3259-3174 / 3225-8037

Hemose registra 58 cadastros de medula óssea em Itabaiana

O cadastro de medula óssea coordenado pelo Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) realizou no último sábado, 1º, a campanha ‘Unidos por Benjamin’. Durante a ação, com a participação de familiares e a comunidade de Itabaiana foram coletadas 58 amostras destinadas ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).

Ao longo do dia, o Colégio Murilo Braga foi o espaço procurado pela população em busca de informações sobre o serviço. Os irmãos Dayane dos Santos e Emerson dos Santos relataram que decidiram buscar o serviço em solidariedade a família do paciente. “Acho que toda forma de ajuda que podemos prestar ao próximo é válida”, comentou Dayane.

O cabeleireiro, Jamisson Mello também, se sensibilizou com a necessidade, ele levou a esposa e amigos para fazer o cadastro. “Meu desejo é contribuir de alguma forma pelo bem das pessoas que necessitam. Quem sabe amanhã ou depois eu possa ajudar, ser compatível e doar a medula”, disse.

Para as amigas Ilana Vieira e Aricelia de Jesus Andrade, da Sociedade Filarmônica Nossa Senhora da Conceição, a ocasião criou o desejo para adesão ao cadastro. “Como estamos aqui próximo, resolvemos participar e fazer algo que é salutar e principalmente, que irá servir ao próximo. Pode ser Benjamin ou outro paciente que busca doador compatível”, declararam as musicistas.

De acordo com a gerente de Captação, Josceline Souza, as campanhas externas têm como foco aproximar a comunidade da unidade. “É uma oportunidade de divulgarmos os serviços ofertados no hemocentro, além de estimular a população a conhecer como é realizado o cadastro de medula óssea”, disse. “Queremos agradecer a parceria da direção do Colégio Murilo Braga e da secretaria de saúde do município, pelo espaço e apoio para realização dessa importante ação de cidadania destinada a salvar vidas”, destacou a gestora.

Presente a campanha Diego Ramon Lima Alves, pai do paciente Benjamin, avaliou a campanha como positiva. “Hoje realizamos junto com os profissionais do Hemose a captação de novos cadastros, além de tudo também pudemos colaborar na conscientização da população do município com panfletagem e abordagem direta sobre a importância de ser um doador de medula óssea”, frisou.

Compatibilidade

O Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) atende pacientes diagnosticados com algum tipo de aplasia medular e câncer. “As chances desses pacientes de encontrar um doador compatível é uma, em cem mil, por isso é importante que as pessoas se inscrevam no registro nacional”, informou a gerente de Coleta do Hemocentro de Sergipe. O cadastro para doador de medula óssea pode ser realizado na unidade, em Aracaju, vizinho ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

fsphadm

Your Turn To Talk

Deixar uma resposta:

Seu e-mail não será públicado.