ssocial.hemose@fsph.se.gov.br / ouvidoria@fsph.se.gov.br +55 79 3259-3174 / 3225-8037

FSPH

5 de outubro de 2018

De janeiro a setembro deste ano, o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) contabilizou 18.931 doações de sangue.  Deste total, 2.147 coletas foram efetivadas no mês de setembro. Os dados são resultantes de ações voluntárias, campanhas de parceiros fidelizados e grupos que buscam o serviço, para colaborar através de projetos de responsabilidade social. De acordo

3 de outubro de 2018

Estimular a solidariedade e esclarecer possíveis dúvidas relacionadas ao serviço de doação de sangue e o cadastro de medula óssea. Esse foi o principal destaque da palestra, ministrada pela assistente social e gerente de Captação do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose),  Josceline Souza, para alunos do Centro de Ensino Grau Técnico. Conforme a gestora,

28 de setembro de 2018

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) encerrou a segunda edição anual do cadastro para doador de medula óssea realizado na Faculdade Estácio de Sergipe (FaSE) com 560 inscrições. O projeto ‘Doe Medula Óssea. Seja compatível com a solidariedade’, visa estimular a pratica de ações sociais com a participação do corpo discente e docente da

28 de setembro de 2018

  A realização da transfusão sanguínea tem como foco a segurança do paciente. Nesse sentido, o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) por meio da Gerência da Hemorrede realiza inspeções regulares as Agências Transfusionais (At’s), para verificar o cumprimento de normas técnicas relativas ao serviço de hemoterapia, orientados pelo Ministério da Saúde (MS) e Agência

26 de setembro de 2018

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) realizou 477 cadastros de medula óssea durante a terceira edição do projeto Unit +Vida, na Universidade Tiradentes, campus Farolândia em Aracaju, na terça-feira, 25. A campanha visa divulgar o serviço para ampliar o público inscrito ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). A ação realizada no

25 de setembro de 2018

A transfusão de plaquetas é bastante solicitada para conter sangramentos de pacientes em tratamentos oncológicos, leucemia e anemia aplástica. O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) realiza o processamento do hemocomponente através da bolsa de sangue total e da doação por Aférese, método em que é possível coletar até 600 ml, somente de plaquetas. “O

25 de setembro de 2018

Uma ação solidária com a participação de acadêmicos dos cursos de administração, ciências contábeis, enfermagem e psicologia, colaborou com o serviço de doação de sangue no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), nesta quinta-feira, 20. “Essa mobilização faz parte do projeto Amigo Oculto”, informou a professora Zenia Oliveira Nascimento da Faculdade Estácio. Ela explicou ainda